Home / Notícias / Slash explica porque não gostava de Sweet Child O’Mine

Slash explica porque não gostava de Sweet Child O’Mine

A música, famosa pelos riffs, é um dos maiores sucessos do Guns N’ Roses

Slash durante show no Brasil (Foto: Thaís Azevedo)

Slash revelou porque não gostava da música “Sweet Child O’Mine”, um dos maiores sucessos do Guns N’ Roses.

Em entrevista a um programa de TV australiano, o guitarrista explicou que a canção era uma “balada com ritmo mais calmo” do que a banda estava tocando na época.

“O que acontece é que você traz uma coisa que acha muito legal, mas quando os outros começam a mexer naquilo, nunca se sabe o que vai acontecer”, contou Slash.

“Eu era o cara que, a princípio, não era muito fã de ‘Sweet Child O’ Mine‘, não por causa do riff, mas sim pelo tipo da música. Na época, éramos uma banda que tocava algo mais pesado e essa música é tipo uma balada, com ritmo mais calmo. Mas ao longo dos anos fui passando a gostar.”

Slash também confessou nunca ter achado que o notório riff de “Sweet Child O’Mine” se tornaria tão famoso.

O músico e o Myles Kenndy & The Conspirators chegam ao Brasil ainda este ano para oito apresentações.

Slash volta ao Brasil, depois da turnê Not In This Lifetime, em 2017, ao lado do Guns N’ Roses, mas agora com o projeto solo. O guitarrista traz o Myles Kenndy & The Conspirators ao país para oito apresentações.

Os shows fazem parte da turnê Living The Dream e acontecem em 21 de maio, no Pepsi on Stage, em Porto Alegre, 22 de maio, Stage Music Park, em Florianópolis, 24 de maio, no Live Curitiba, em Curitiba, 25 de maio, no Espaço das Américas, em São Paulo, 27 de maio, na Arena Sabiazinho, em Uberlândia, 29 de maio em Brasília (local ainda será divulgado), 01 de junho, no Classic Hall, em Recife e 03 de junho, no Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza.

O disco Living The Dream é o quarto trabalho solo de Slash e o terceiro com o Myles Kennedy & The Conspirators, lançado no último dia 21 de setembro.

Créditos Rolling Stone

Deixe um Comentário